Antiguidades, Velharias e Curiosidades

210818467 ou  964490038

Estrada Nacional 10, N.º 296, 2925-556 Brejos de Azeitão

Ínicio Acima Índice

Magazine IV

Magazine I Magazine II Magazine III Magazine IV

OS ESPELHOS E MOLDURAS
Por José Marques

Os primeiros espelhos na época medieval eram fitos de placas de prata polidas, estanho. Só mesmo no princípio do séc. XVI surgiram os espelhos de vidro, em Veneza, depois feitos em maiores quantidades em Inglaterra após a restauração da monarquia por volta do ano de 1660, mas fábricas de Vauxhall.

Um dos processos utilizados até ao final do séc. XVIII consistia em abrir cilindros de vidro, tornado esses mesmos cilindros planos, logo de seguida poliam até conseguir um bom brilho e reflexo.

Já em 1773, os fabricantes Ingleses adoptaram um processo Francês, já com cerca de cem anos de existência de molar o vidro. Na América, os espelhos de vidro eram importados até ao final do séc. XVIII.

Os grandes espelhos, que se usavam normalmente para se colocar por cima da lareiras eram importantes artigos de decoração nos salões do séc. XVIII, as molduras numa boa e grande variedade de formas e matérias, que respeitavam as formas do mobiliário daquela época.

O Vidro dos Espelhos

O vidro dos espelhos antigos era muitos mais finos dos que se usam hoje em dia , os espelhos antigos tinham uns tons acizentados que resulta numa imagem mais escura, com imperfeições e apresentam pontos de cor escura.

Molduras de Espelhos

As primeiras molduras eram geralmente feitas de madeira, que coberta por cesso ou talhada Também existia outros tipos de molduras menos valiosas feitas de armação de arames cheia de estuque e por sua vez pintadas.

 
Topo

 

Para mais informações contactar antiguidades@jmarques.com

© 2004 José Marques Antiguidades. Todos os direitos reservados.